top of page
Buscar
  • Foto do escritorAngelim .

Entre Carvalhos e Angelins


Postado por Angelim em 05/01/2010


Hoje meu pai celebra mais um aniversário. Hoje a árvore nobre troca suas folhas e celebra mais uma vez, ao lado de seus frutos, a história de uma vida frondosa e de muitas vitórias. Suas sombras souberam sempre amenizar as altas temperaturas, em momentos de sol escaldante, e souberam sempre proteger da chuva intensa cada uma das sementes que lançou ao solo.


Juntos nós já fomos fazendeiros, marceneiros, pedreiros, eletricistas, inventores e cozinheiros. Juntos criamos e recriamos. Juntos somos caçadores de aventuras e pude descobrir um pai que não é herói, mas super herói.


Lado a lado somos tecelões de uma rede de emoções, trançada em enebriantes viagens musicais, que arrebanham passageiros como Luiz Gonzaga e João Pacífico. Uma primeira classe de mestres que desde criança embala a valsa de piões nos quintais da minha vida.


Com ele campeei um país. De norte a sudeste fomos bandeirantes da poesia. Fomos descobridores de encantos e belezas naturais. Sua sensibilidade em admirar o belo e a valorizar o simples fizeram um mundo inteiro ganhar vida dentro de mim. Nada passou, passa e jamais passará despercebido. Com ele aprendi a abrir a janela de meus olhos e a registrar em meu peito a verdade e a beleza escondida atrás de cada folha.


Sou porque tu és, já dizia Pablo Neruda, e que Deus o mantenha sempre esta fonte límpida e de águas fartas, que escorrem nos seis rios que gerastes e hoje não correm para o mar, mas voltam aos teus braços e se entrelaçam em tuas raízes.


Sua benção, meu amado pai


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page